Agricultores do Mondego estão ativos

Posted by

O arroz do Baixo Mondego pode vir a ser comercializado em Itália e Espanha. Esta segunda-feira, produtores vão estar em Espanha e Itália para negociarem a possibilidade do produto “made in” Montemor-o-Velho ser comercializado nestes dois países. Antes disso, Carlos Laranjeira estará reunido em Bruxelas com o grupo de trabalho de agricultura da Comissão Europeia. Depois, as duas delegações viajam até Itália.

Em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, Carlos Laranjeira, orizicultor, explica que a viagem agendada servirá para “negociar com grupos internacionais” tornando possível que haja arroz português, para já, nestes dois países. Isto porque, adianta, os preços que estão a ser praticados em Portugal “prejudicam” quem produz. Estas reuniões provam que os orizicultores do Baixo Mondego estão “agitados e ativos” na defesa dos seus produtos.

Carlos Laranjeira reconhece que “os orizicultores do Baixo Mondego têm consciência que a situação vai provocar um desequilíbrio no mercado nacional”, uma vez que vai, por um lado, fazer subir os preços no consumidor e, por outro, proporcionar que se venda arroz sem qualidade, porque é mais barato e vindo de países onde não se cumprem os direitos pelos homens e ambiente”. “Hoje, o valor que o consumidor paga pelo arroz carolino não está minimamente de acordo com o preço pago à produção”, disse.

2 Comments

  1. Quim das Couves says:

    Este sindicalista de actuação transversal (defendeu com a mesma garra, quer os interesses dos orizicultores, quer os interesses dos assalariados agrícolas que trabalham à jorna nos trabalhos no Baixo Mondego segundo um modelo de relações laborais já testado em tempos nas roças de cacau em São Tomé e Príncipe e nos engenhos de açúcar no Brasil) já falecido entretanto, além de sindicalista, nota-se que foi um humanista… Portugal está a desmoronar-se sobre si próprio porque pessoas como este sindicalista se finaram…

  2. Quim das Couves says:

    Parafraseando uma conhecida ave rara penada aqui do burgo, ser activo é o contrário de ser passivo!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*