Agricultor embriagado condenado a 250 euros de multa

O Tribunal de Celorico da Beira condenou hoje o agricultor apanhado pela GNR a conduzir a carroça de um burro com uma taxa de álcool de 3,26 gramas por litro, ao pagamento de uma multa de 250 euros.

Jorge Gonçalves Rodrigues, de 34 anos, residente em Salgueirais, naquele concelho, foi condenado ao pagamento de uma multa de 50 dias, no valor de cinco euros por dia, o que perfaz a quantia de 250 euros, por um crime de condução de veículo em estado de embriaguês.

O agricultor fica também inibido de conduzir veículos a motor “pelo período de quatro meses”, dado possuir carta de condução de motociclo.

O Tribunal aplicou-lhe ainda duas coimas, por contraordenações, nos termos do Código da Estrada, uma pela falta de iluminação da carroça e outra por conduzir fora de mão.

No dia 03 de fevereiro deste ano, pelas 22H30, o agricultor foi detetado pela GNR, com excesso de álcool no sangue, conduzindo o veículo de tração animal na estrada municipal 553-1, no sentido Celorico – Salgueirais, “no eixo da via” e “sem qualquer iluminação”.

Um condutor que se cruzou com a carroça, ouvido na única sessão do julgamento, disse que a mesma circulava no meio da estrada e que não chocou com ela “por milagre”.

Após conhecer a sentença, Jorge Rodrigues mostrou-se satisfeito por poder voltar a andar com a carroça da sua burra ‘boneca’.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*