Universidade de Coimbra preenche mais de 99% das vagas

Foto Gonçalo Manuel Martins

A Universidade de Coimbra (UC) preencheu 99,3 por cento das 3.124 vagas disponíveis na primeira fase do concurso de acesso ao ensino superior. Foi a terceira instituição universitária do país com maior número de vagas preenchidas, depois das universidades do Porto e de Aveiro.

Os lugares ainda disponíveis são em dois cursos da faculdade de Ciências e Tecnologia: seis em Matemática, duas em Física. Outras seis vagas ficaram por preencher na licenciatura de Filosofia. Aliás, o curso da Faculdade de Letras foi aquele registou a média mais baixa de entrada na Universidade de Coimbra: 100,0 valores.

Medicina, à semelhança do que aconteceu em todas as instituições do país, foi a que registou a média de entrada mais elevada: o último aluno entrou com 181,8 (a média em 2009 foi de 180,5). No entanto, a nota mais alta do último colocado em Medicina (e mais alta de todos os cursos a nível nacional) voltou a ser na Universidade do Porto, com 185,2, enquanto em 2009 foi de 183,70 na mesma instituição. De salientar, ainda, que o novo curso de Química Medicinal – que abre este ano pela primeira vez na UC –, conseguiu esgotar as 30 vagas disponíveis. A média de entrada foi de 162 valores.

Politécnico com menos procura

Das 1.727 vagas disponíveis nas seis unidades orgânicas do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), 1.531 foram preenchidas – o que representa 88,7 por cento do total.

Um decréscimo em relação ao ano passado, em que a percentagem de procura rondou os 90 por cento.

Para a segunda fase ficam disponíveis as seguintes vagas no IPC: na Escola Superior Agrária de Coimbra, os cursos de Ecoturismo (11 vagas), Engenharia Agro-Pecuária (22), Engenharia dos Recursos Florestais (25) e Agricultura Biológica (14); na Escola Superior de Educação de Coimbra, os cursos de Animação Socioeducativa – regime pós-laboral (16 vagas), Turismo – regime pós-laboral (seis) e Música (12); no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, a licenciatura de Contabilidade e Auditoria (com duas vagas).

Já no Instituto Superior de Engenharia de Coimbra ficam por preencher 18 vagas no curso de Engenharia Electrotécnica e outras 18 em Engenharia Informática (ambos em horário pós-laboral).

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital é aquela que mais vagas disponíveis tem para as próximas fases: Gestão Integrada em Qualidade Ambiente e Segurança (21), Engenharia Civil (17), Engenharia Informática (6) e Administração e Finanças (8).

Tecnologia da Saúde teve grande procura

É na Escola Superior de Tecnologia da Saúde onde se registam notas mais altas: os lugares cimeiros pertencem aos cursos de Fisioterapia (173,60), Cardiopneumologia (163,8) e Farmácia (160,6). Mesmo no ensino politécnico é na área da saúde onde as notas são mais altas. Aliás, é de 15 valores a nota do último aluno a entrar na Escola Superior de Enfermagem, que esgotou as vagas iniciais (320).

One Comment

  1. Pedro Alberto says:

    Na verdade, a Universidade de Coimbra ficou em 2º lugar em percentagem de colocações (99,36%).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*