Tentativa de assalto à Prosegur (vídeo)

Seis homens armados tentaram esta madrugada assaltar a empresa Prosegur em Taveiro, destruindo parcialmente as instalações como disse uma fonte da GNR. O assalto foi de tal modo premeditado que, antes de se deslocarem à Prosegur, os indivíduos cortaram três pneus de três viaturas da GNR de Taveiro, de modo a impedir que as autoridades chegassem ao local.

O assalto ocorreu por volta das 04H00, quando alguns funcionários da Vasp – empresa distribuidora de jornais e revistas, que tem também instalações na Zona Industrial de Taveiro – se encontravam perto do local e viram um camião a cicular a alta velocidade. Já à frente da Prosegur, o condutor iniciou a marcha-atrás para embater no edifício. Na primeira investida, derrubou o muro. Na segunda, a parede.

Nesse entretanto, chegariam ao local dois carros de alta cilindrada. Foi nesse momento em que um dos funcionários da Vasp, que se encontrava cá fora, terá sido ameaçado. “Apontou-lhe uma arma à cabeça e disse-lhe que, se chamasse a polícia, que o matava”, relatou um dos trabalhadores.

“Foi um susto de morte. Perante uma situação destas, vemos que não há heróis”, relatou.

Antes de fugirem, os assaltantes – encapuzados e munidos de armas -, incendiaram a cabine do camião  (Vídeo Assalto) que, apurou o DIÁRIO AS BEIRAS, terá sido furtado de uma empresa de Redinha (Pombal).

O fogo foi combatido por 10 bombeiros, apoiados por duas viaturas, que concluíram os trabalhos às 06H00.

A investigação está a ser liderada pela Polícia Judiciária, envolvendo ainda o Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Coimbra. Segundo a administração da empresa, “não foi roubada qualquer quantia de dinheiro”.

One Comment

  1. antonio sousa says:

    quando forem capturados, colocam-se pulseiras electrónicas e ficam preparados para outras "façanhas"

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*