Quinteto do Centro afina pormenores em Montemor-o-Velho

Foto Gonçalo Manuel Martins

Quem por estes dias chega ao Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho não fica indiferente ao cenário repleto de movimento e a transbordar de adrenalina. No local, já encontra a maioria das comitivas que vão participar na prova e, desde cedo, a água é o meio escolhido por todas.

Entretanto, as obras na infra-estrutura decorrem em ritmo acelerado, ultimando detalhes para dotar a competição da grandeza que merece e se antevê garantida. Acessos, envolvência e estruturas de apoio, tudo mexe, com muitas máquinas à mistura, técnicos e operários, e atletas… montes de atletas.

Os barcos circulam ora por terra, ora por água, mas é na zona aquática que se centram atenções, em particular naquelas que representam as cores de Portugal. Entre os convocados da selecção nacional, está um quinteto de jovens da região Centro, cuja ambição não esbarra num pragmático “estamos cá para fazer o nosso melhor”.

No meio das centenas de outros tantos remadores, João Gabriel e Ricardo Carraco (ambos do Ginásio), Tomé Perdigão e João Rodrigues (Académica), e Diogo Pinheiro (Naval) são os cinco atletas oriundos da região Centro e que integram a comitiva portuguesa presente em prova. Apesar da juventude, todos sabem da importância de tão importante presença, quanto mais não seja pela experiência adquirida. Isto porque em Montemor-o-Velho remam os melhores da Europa, pelo que a concorrência é de respeito.

João Gabriel, João Rodrigues e Ricardo Carraco participam em shell oito peso ligeiro, Tomé Perdigão integra a tripulação de quadri-scull, enquanto Diogo Pinheiro é o único português masculino a competir em skiff.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*