Mulheres têm que ser empreendedoras

Posted by

 

A secretária de Estado da Igualdade, Elza Pais, esteve ontem no distrito da Guarda com o objectivo de aprofundar o conhecimento sobre a realidade quotidiana das organizações que desenvolvem projectos na área da cidadania e da Igualdade.

De acordo com a informação disponibilizada à comunicação social, com esta deslocação pretendeu-se valorizar a temática da igualdade de género nas políticas públicas de âmbito local, assim como sensibilizar as autarquias ao nível da elaboração e desenvolvimento de planos municipais para a igualdade, estimulando igualmente o empreendedorismo feminino.

O programa começou com uma visita à exposição “Carolina Beatriz Ângelo. Intersecções dos sentidos – palavras, actos e imagens”, patente no Museu da Guarda, que conta com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

Após uma passagem pelo Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica da Guarda, a secretária de Estado reuniu no Governo Civil da Guarda, onde o tema do encontro foram os “Projectos de empreendedorismo feminino para a região”.

No período da tarde Elza Pais inaugurou as instalações do Contrato Local de Desenvolvimento Social de Casas de Soeiro (Celorico da Beira), da Associação Desportiva, Cultural e de Melhoramentos local.

Na ocasião, o residente do Município celoricense, José Monteiro, congratulou-se pelo facto de o CLDS de Casas do Soeiro ter sido um parceiro privilegiado do Municipio em diversas actividades organizadas pelo Município.

A secretária de Estado, na sua intervenção, destacou as mais-valias que programas deste género têm para “o desenvolvimento económico-social das regiões mais desfavorecidas do nosso país”.

O programa prosseguiu com uma visita à Associação de Artesãos da Serra da Estrela (AASE), em Seia, e ao Projecto de base local Academia Sénior, igualmente naquela cidade.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*