Isaura Pedro quer internacionalizar Feira do Vinho em Nelas

A presidente da Câmara de Nelas, Isaura Pedro, avançou esta sexta-feira que pretende alcançar o desafio da internacionalização da Feira do Vinho do Dão já na próxima edição, altura em que este certame atinge as duas décadas.

“O desafio para os 20 anos de feira é a internacionalização do certame, que, com o contributo de todos, esperamos alcançar na próxima edição”, alegou.

Durante a sessão de abertura da 19.ª Feira do Vinho do Dão, que decorre na vila de Nelas até dia 05 de setembro, Isaura Pedro destacou que nesta edição “tradição e modernidade marcam encontro, sob a chancela da qualidade”.

Este evento, que se tornou o primeiro organizado pela autarquia de Nelas a obter a certificação de qualidade, tem como orientação o espírito comercial. “É uma feira onde espero que os agentes comerciais realizem muitos e bons negócios”, sustentou.

No seu discurso, Isaura Pedro aproveitou para frisar que, se a internacionalização da feira ainda é um desafio, o reconhecimento do vinho do Dão é já uma certeza, sendo prova disso a conquista de vários prémios no 9.º concurso internacional de vinhos de Sindaco (Itália).

Para a autarca, “a atribuição destes prémios é mais uma constatação de que o mundo rural tem grande potencial económico, muitas vezes desprezado pelo poder central, que, por via da implementação de políticas centralizadoras, está aos poucos a matar o Interior do país”.

Nesta ocasião, aproveitou ainda para exigir “muito mais” para os produtores, para a região e para o vinho do Dão.

“Reitero a necessidade da adoção de políticas nos domínios agrícola e económico, pois neste momento o incentivo ao empreendedorismo, nesta área e região do Interior, é manifestamente insuficiente, para não dizer inexistente”, apontou.

A sessão de abertura contou também com a presença do secretário de Estado das Pescas e Agricultura, Luís Vieira, que defendeu que é necessário “apostar na qualidade e diversidade”.

Na 19.ª Feira do Vinho do Dão estão representadas dezenas de produtores, para além de exposições de produtos regionais, máquinas agrícolas, associações e empresas relacionadas com o sector vitivinícola.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*