Homem de Cantanhede perde a vida na Praia do Relógio

Posted by

O mar estava agitado e a Bandeira Vermelha hasteada. Joaquim Gonçalves Santos Dias, 58 anos, natural de Cantanhede, foi derrubado, às 12H30 de hoje, por uma onda quando se aproximou da água, na Praia do Relógio. Uma segunda vaga arrastou-o para o mar.

A filha, de 34 anos, tentou ajudá-lo a regressar a terra, mas foi igualmente puxada pela força das ondas. Os nadadores-salvadores e alguns dos banhistas que se encontravam na zona conseguiram salvar a mulher.

O corpo da vítima mortal, levado para autópsia no Gabinete Médico-Legal da Figueira da Foz, foi recuperado, momentos depois do acidente. Fonte da Polícia Marítima (PM) adiantou que o homem não sabia nadar.

A família encontrava-se a passar férias na Figueira da Foz. Foram mobilizados para o local meios da PM, do Instituto de Socorros a Náufragos, do INEM e dos Bombeiros Voluntários.

Aquele foi o segundo afogamento ocorrido nas praias do concelho da Figueira da Foz, nesta época balnear. O primeiro ocorreu no dia 18 de Julho, numa praia sem vigilância contígua à Praia da Cova, S. Pedro, e retirou a vida a Bruno Santos, 22 anos, natural de Castelo Branco. O rapaz desapareceu na imensidão do mar após um mergulho. Foi encontrado sem vida, 10 dias depois, na Praia de Pedrógão, Leiria.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*