Grande azáfama na montagem do palco dos U2

Os cerca de 120 camiões que transportam o palco e o material de som e luz necessário aos concertos dos U2, sábado e domingo, começaram hoje, 27 de Setembro, a chegar ao estádio Cidade de Coimbra, disse fonte da PSP.

“Os camiões começaram a chegar logo pela manhã. Temos pessoal junto ao estádio e um agente de moto a acompanhá-los no percurso para lá”, disse a subcomissária Margarida Oliveira.

A circulação dos veículos pesados de transporte de material para os concertos dos U2 foi alvo de um plano que passa pela concentração destes numa área de descampado anexa à zona residencial da Solum – onde se situa o estádio Cidade de Coimbra – de onde são acompanhados pela PSP até ao destino. Os primeiros já estavam no local há uma da manhã.

Após descarregarem o material, os camiões saem do estádio e aparcam na zona sudeste da cidade, entre a ponte da Portela e o Pólo II da universidade de Coimbra, esclareceu.

A estrutura de luz e som integrada na “360º Tour” dos U2 tem a forma de uma “garra” aberta com quatro ‘pernas’ – daí o seu nome “The Claw” (A Garra, em inglês) – mais de 50 metros de altura e alberga, na base, o palco, rodeado por uma passadeira circular.

A “garra” – que demora cerca de quatro dias a montar – permite que a banda atue como que numa ilha, rodeada de pessoas por todos os lados, pesa 190 toneladas e é construída em aço. Existem três idênticas na digressão europeia da banda.

Cada ‘perna’ aloja um sistema de som e, no pilar central – que suporta 176 toneladas de equipamento sonoro e luz – está instalado um ecrã vídeo expansível que desce, em determinadas músicas, durante os concertos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*