Adega Cooperativa da Mealhada está renascida

Posted by

A crise ainda não acabou mas já há uma luz ao fundo do túnel na Adega Cooperativa da Mealhada. Carlos Pinheiro, presidente da assembleia geral, diz ao DIÁRIO AS BEIRAS que 2008 “foi o ano em que a adega recebeu menos uvas, algo que se inverteu em 2009”. Houve, salienta Carlos Pinheiro, “uma recuperação muito grande” e que está relacionada com “uma política, única e pioneira na Bairrada, que foi desenvolvida”. Política essa que passa por “garantir aos associados um valor pelas uvas, dentro de determinados parâmetros, e que é liquidado até à colheita seguinte”.

Neste momento, salienta Carlos Pinheiro, “falta pagar 25 por cento da colheita do ano passado, algo que será concluído até ao final do próximo mês de Dezembro”. Pagamentos esses que implicam “um grande esforço de todos”, nomeadamente dos funcionários que são também “a grande mais-valia” da adega.

Com um crescimento de “mais 74 por cento de uvas brancas entregues do que em 2009”, Carlos Pinheiro lamenta, no entanto, que “quando se chega aos organismos públicos solicitando apoio, as pessoas ouçam os responsáveis das instituições mas depois se saia com uma mão cheia… de nada”.

Defendendo várias mudanças, nomeadamente “a fusão das adegas cooperativas”, o presidente da assembleia geral fala de outras que entretanto já se verificam na Mealhada. “Será lançada uma casta SYRAH Bairrada, alguns rótulos foram alvo de reformulação”, adianta. Por tudo isto Carlos Pinheiro acredita “num sucesso extraordinário da Adega Cooperativa da Mealhada nos próximos anos”.

Recuando no tempo, lembra a “fase muito complicada” que se viveu e a necessidade de se olhar para esta e outras adegas “como uma empresa”. É necessário, defende, “que haja uma gestão empresarial, rigorosa e pensada com os mesmos princípios de uma empresa” que, por isso, tem de estar “virada para o lucro”.

Pretendendo “muita qualidade” nos vinhos produzidos, não esquece os dois prémios que foram ganhos recentemente, e que vieram contrariar a tendência pouco vitoriosa.

2 Comments

  1. e so para dizer que a casta é syrah e não syrha

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*