ACIFF contesta alargamento dos horários do comércio

Posted by

 

Através de nota de imprensa, que reproduz o comunicado enviado aos associados,  a Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz (ACIFF) considera “precipitada a decisão governamental de aprovar o Decreto-Lei que modifica o regime dos horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais”.

A estrutura presidida por João Cardoso  “discorda com a forma como todo o processo foi conduzido, lamentando a ausência de negociação prévia com os parceiros sociais”.

A ACIFF acrescenta que o alargamento dos limites dos horários fixados só vai favorecer as grandes superfícies comerciais, “sem sequer originar criação de emprego e reforçando claramente um posicionamento contra as Pequenas e Médias Empresas”. Deste modo, diz ainda a nota de imprensa, contribui para acelerar o encerramento dos estabelecimentos comerciais de pequena e micro dimensão.

Lembra, por outro lado, que “há muito que a ACIFF vem defendendo a urgência de se adotarem políticas no sentido de dinamizar o comércio tradicional e da promoção da atratividade dos centros urbanos”. Esta solução, defende, fomenta novos investimentos que permitem repovoar as áreas em declínio com novos comércios, serviços, habitação e equipamentos.

Na última reunião do executivo figueirense, o presidente, João Ataíde, adiantou que só tomará uma decisão sobre a abertura dos hipermercados ao domingo depois de ouvir a ACIFF e os figueirenses. Os munícipes, precisou, podem manifestar a sua opinião através da página da autarquia na Internet.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*