A magia está na “capacidade de sonhar” de cada um de nós

Posted by

A história dos Encontros Mágicos de Coimbra faz-se, sobretudo, com o público que conquistou ao longo dos 14 anos que se prepara para celebrar. Mas faz-se também com a abordagem nova aos festivais de magia, que fez escola em Portugal e no resto do mundo.

Apresentado ontem num encontro com Maria José Azevedo Santos, vereadora da Cultura, e Luís de Matos, o “autor” do evento, o 14.º Festival Internacional de Magia de Coimbra, universalmente conhecido por Encontros Mágicos, irá decorrer entre 14 e 19 de Setembro, de terça-feira a domingo, num programa a concretizar-se de novo nas ruas de Coimbra – Praça 8 de Maio, Ferreira Borges, Visconde da Luz, Largo da Portagem, Parque do Vale das Flores –, com visitas ao “público especial” do Hospital Pediátrico e do Estabelecimento Prisional. Depois, há as duas grandes galas internacionais (dias 17 e 18), que ao longo dos anos têm lotado o Teatro Académico de Gil Vicente e que voltam a prometer dois momentos imperdíveis feitos com os melhores protagonistas da magia mundial.

E porque a magia só acontece quando se abre a “capacidade de sonhar”, sublinhou Luís de Matos, o resultado parece, de novo, promissor.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*