Um roubo que quase dá um filme

Posted by

Um indivíduo, quiçá sem dinheiro para comer, rouba uma nota de 20 euros a uma mulher. A PSP estava perto, perseguiu-o e apanhou-o. Na esquadra, porém, apareceu outra mulher que lhe deu, comovida, 25 euros em dinheiro.

A PSP perseguiu e apanhou um ladrão, na Baixa, que tinha acabado de roubar uma nota de 20 euros a uma mulher. A situação, que envolveu algum aparato, desenrolou-se entre a Avenida Fernão de Magalhães e a Rua da Figueira da Foz – onde foi detido o homem, de 34 anos, residente na Pampilhosa da Serra. Um indivíduo carenciado de tudo, mesnos de sorte, como se há-de ler mais à frente.

Tudo aconteceu pouco depois do meio-dia e meia. A ofendida, uma senhora com 49 anos de idade, acabava de levantar a quantia de 20 euros, duma caixa multibanco. Num ápice, o larápio aproveitou para lhe arrancar bruscamente a nota da mão. Acto contínuo, pôs-se em fuga.

“Imediatamente perseguido por uma equipa de Intervenção rápida da PSP de Coimbra, veio, logo de seguida, a ser encontrado na Rua Figueira da Foz, na posse do dinheiro que acabara de roubar”, lê-se numa informação da polícia. A nota foi-lhe, então, retirada, apreendida e entregue à legítima proprietária.

Ladrão é ladrão, terá pensado a vítima. Por isso, manifestou logo ali vontade de avançar com queixa-crime. E, já na esquadra, não obstante a natureza pública do crime, apresentou queixa pela prática do crime de roubo, cometido pelo método de esticão.

A informação da PSP remata com um apontamento deveras curioso: estavam criminoso e vítima na 2.ª Esquadra, quando entrou porta adentro uma amiga da mulher que, “comovida com a situação económica do detido, o abraçou, chorando, e lhe desejou boa sorte, dando-lhe a quantia de 25 euros”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*