Lar de idosos do Cadafaz avança

DR

Vai ser lançado nos próximos dias o concurso de atribuição da obra do Lar de Idosos da Freguesia de Cadafaz, em Góis, que será construído na Cabreira.

O projecto, que está orçamentado em cerca de dois milhões de euros, deverá ser adjudicado em meados de Setembro e está previsto que a construção comece pouco depois. A estrutura vai ter quartos individuais e duplos com um total de 42 camas. O lar vai ter capacidade para cerca de 80 utentes que vão poder usufruir de sala de refeições, lavandaria, sala de convívio, instalações sanitárias adaptadas às necessidades dos seniores e gabinete de saúde com atendimento médico, entre outras funcionalidades.

Sonho antigo

O projecto do Lar de Cadafaz existe há mais de uma década. De acordo com o presidente da Comissão Pró Lar, Daniel Neves, “este é um sonho muito antigo. Há mais de 12 anos que tentamos andar com esta ideia para a frente. Foi um sonho que esteve adormecido e foi reanimado”.

Recordando a época em que a ideia voltou a ganhar vida em 1998, o agora líder da comissão ocupava o cargo de presidente da Junta de Freguesia de Cadafaz. Na época, convidou “as instituições particulares de segurança social (IPSS) da freguesia para uma reunião com o objectivo de apresentar e discutir o projecto que acabou por ser aceite”.

Mais de dez anos depoisDaniel Neves assegura que a caminhada não tem sido fácil, mas conta com “apoios essenciais”. Os principais impulsionadores do projecto têm sido a Câmara Municipal de Góis, a Cáritas Diocesana de Coimbra e os Compartes de Cadafaz, uma associação que, graças ao desenvolvimento de parques eólicos na zona, “tem dado certezas em relação ao apoio e ao investimento a longo prazo necessários num projecto como este”.

Além destes parceiros, o líder da comissão assegura que “há outras instituições e muitos particulares que continuam a colaborar com donativos” para a construção de uma estrutura que vai criar mais postos de trabalho na localidade.

25 novos postos de trabalho

Com o investimento milionário vão surgir 25 novos empregos “muito importantes para a freguesia”, um sinal de esperança para “uma localidade que está a sofrer os efeitos da desertificação”. De acordo com o presidente da comissão, “esta é uma oportunidade para fixar os habitantes na terra”, que fica mais vazia de ano para ano.

Com o projecto quase a ser adjudicado em concurso, já se fazem contas para o final da empreitada. Daniel Neves explica que “a obra é bastante grande, mas deverá demorar cerca de um ano e meio a estar concluída. Esperamos que assim que o projecto esteja atribuído, a construção do lar possa começar”.

Tendo em conta os números, todas as previsões apontam para que em 2012 Cadafaz veja finalmente o seu sonho tornar-se realidade.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*