Incêndio em Gouveia já destruiu imóvel

Um incêndio no concelho de Gouveia, no distrito da Guarda, já destruiu um imóvel desabitado e palheiros em Vila Franca da Serra, onde as chamas chegaram à porta de habitações, disse à Lusa o governador civil da Guarda, Santinho Pacheco.

“O incêndio tem várias frentes activas em direcção a quintas, casas habitadas e algumas indústrias”, no limite entre os concelhos de Gouveia e Fornos de Algodres, acrescentou o responsável, que está a acompanhar as operações de combate no terreno.

“É para essa zona que estamos a mobilizar todos os meios, homens e retroescavadoras. O principal inimigo é o vento, que projecta as chamas e dá mais velocidade ao incêndio”, destacou Santinho Pacheco.

O fogo nasceu no concelho de Mangualde e já atravessou a linha de caminho de ferro da Beira Alta e o rio Mondego, à beira da Serra da Estrela.

Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil, estão mobilizados 60 operacionais e 19 viaturas para combater as chamas.

Outros incêndios florestais em mato deflagraram no distrito, em Porto de Ovelha (Almeida) e Carvalhal da Loiça (Seia), mas a situação de Gouveia é a mais grave, realçou o governador civil.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*