Expofacic termina com 416 mil visitantes

Posted by

A romaria começou cedo. As fans de Tony Carreira honraram a tradição, guardando lugar junto aos portões de acesso ao recinto logo ao início da tarde. Algumas, porém, anteciparam a chegada a Cantanhede e pernoitaram nos parques de estacionamento. Só visto! A disputa por um lugar na frente do palco criou algumas divergências, mas com o passar das horas, a calma regressou ao sector de espectáculos do certame de Cantanhede.

A meio da tarde, o avião Ford, por iniciativa da Auto Garagem de Coimbra, efectuou uma mão-cheia de acrobacias e, no relvado, a Federação de Caça e Pesca da Beira Litoral deu a conhecer a modalidade de cães de parar, que registou adesão em massa dos visitantes.

Entretanto, o registo de entradas “anunciava” uma noite memorável e, às 18H00, todos os corredores de acesso estavam repletos de visitantes. Com o aproximar do início do concerto de Tony Carreira, o número de visitantes disparou: o sector das tasquinhas viveu uma tarde/noite de lotação esgotada, os vendedores de pão com chouriço tiveram de reforçar a logística e o stand dos cachorros, à semelhança do que aconteceu em todo o sector da alimentação, entrou em “trabalhos forçados”.

Antes da entrada em cena do “rei” Tony Carreira, foi servido aos milhares de visitantes a última “dose” do programa complementar com a actuação do Rancho Folclórico Os Bairradinos de Ourentã e Rancho Regional Os Esticadinhos.

O mega concerto de Tony Carreira, seguido de um magnífico fogo-de-artifício, encerrou a XX edição da Exposição-Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Cantanhede-Festas do Concelho. Mas a festa prolongou-se pela madrugada já com alguma nostalgia à mistura…

Feira com

dimensão nacional

João Moura, presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, manifesta-se “muito satisfeito” com a edição 2010 e afirma que a Expofacic é definitivamente um certame de dimensão nacional que “importa consolidar, tendo a qualidade como principal objectivo”.

O contributo de muitas empresas, várias de dimensão nacional e internacional, o apoio do movimento associativo e de um rol significativo de entidades representativas de vários sectores de actividade explicam a dimensão nacional que o certame já atingiu, convertendo-se num instrumento fundamental na promoção do concelho.

Adesão do movimento

associativo e empresarial

Para o presidente da Comissão Executiva, José António Pinheiro, a Expofacic “é um dos melhores certames nacionais” e beneficia do envolvimento do movimento associativo e empresarial do concelho de Cantanhede, que aderiu em força à exposição-feira anual.

O número de empresas, associações e outras entidades que participaram ou apoiaram a Expofacic, é para o presidente da Comissão Executiva, ilustrativo do impacto do certame. “O número dos que querem estar connosco é cada vez maior”, sublinhou José António Pinheiro.

9 Comments

  1. Antonio José Santos says:

    Ainda dizem que "Coimbra é uma lição", os politicos e a Associação de Comerciantes de Coimbra que tirem elacções de como se organiza e como se trabalha, não só nesta área como tb no turismo ("obriguem" os turistas a percorrer a cidade a pé, será bom para todos). Já chega de Universidades e Hospitais, existem outras áreas para explorar.__Parabens pelo excelente trabalho e organização da EXPOFACIC__António José Santos~__

  2. Pedro Tavares says:

    Parabéns pela Expofacic. De todas as feiras que conheço consegue ter a pior apresentação de stands e o barulho noite fora é de elogiar. Já agora um esclarecimento: feira de actividades ou festival rock ou festival pimba ou festival das maiores bebedeiras. Tomem tino! Se viajam tanto e têm tanta exibição pública de riqueza, vão até às grandes feiras da Alemanha e vejam como se faz. Ou então temos a belíssima feira de artesanato em Lisboa, a moda Lisboa e muitos outros ( mais humildes mas sóbrios!!!!)

    • jose alves says:

      A sua opinião pouco interessa. A Expofacic actualmente tem dimensão nacional e o sr. não deve ser de Cantanhede e sente inveja. Por isso dispõe-se a duas coisas: 1º. Dá os Parabéns. Depois o dito por não dito. Diz que os stand´s são fracotes, barulho noite fora insuportável, espectaculo de bebedeiras e que são apimbalhados. Possivelmente o sr. é que deve ter tininho porque parece não saber o que quer nem o que dizer. Custa-lhe roer que em Cantanhede se percebe de organização de eventos. Não é só na Alemanha ou em Lisboa que há boas Feiras disto e daquilo. Volte para o ano porque a Expofacic ainda será melhor e procure melhorar os seus gostos. Cumprimentos.

    • De todas as vezes que fomos á EXPOFACIC foi sempre um divertimento, quanto á música pimba que se refere ,ou rock que todos saibamos a feiras todas teêm música seja ela qual for, se na Alemanha é melhor entao vá para lá e deixe trabalhar e passear quem quer que seja.Pelas horas que nós tivemos dentro do recinto não vimos bebedeiras mas o ditado é velhinho: "Quem desdenha quer comprar" . Ainda bem que não nos cruzamos todos os dias com pessoas como o senhor. Cumprimentos ah, e para o ano se o senhor quiser pagamos-lhe a entrada .

  3. miguel ferreira says:

    Os 416 mil visitantes são a melhor resposta…

  4. Só quero aproveitar este espaço para dar os Parabéns á organização da Expofacic em particular e a todos os que a visitaram. 416 mil quer dizer alguma coisa, e como se diz não se pode alegrar a Gregos e a Troianos. Saudações.

  5. Mais um êxito que, naturalmente, provoca alguma inveja. Mas a verdade é que a caravana passa apesar do ladrar dos cães!
    Aqui fica um pequeno exemplo disponível no Youtube do que ali atrás chamaram música pimba…[youtube XqDNTr1kkJU http://www.youtube.com/watch?v=XqDNTr1kkJU youtube]

  6. João Silva says:

    A Expofacic apresenta todos os anos um cartaz musical para todos os gostos. estive lá dois dias e vi desde Tributo aos Pink Floyd, até Amália Hoje, passando por bandas filarmónicas, Dixie, Gaiteiros e escolinhas de música que foram ali mostrar o que começam a aprender.
    Um pouco à semelhança da Queima das Fitas, cada dia apresenta um cabeça de cartaz mais talhado para determinado tipo de público. Mas não se pense que as pessoas só lá vão pela música. Certamente quem fala mal deste evento nunca visitou a feira na perspectiva comercial (comprar ou vender) mas é um óptimo local para conhecer novidades em vários sectores de actividade e fazer bons negócios. o número crescente de ex'positores a pretenderem um lugar neste certame é o melhor exemplo.
    A diferença para as feiras alemãs é que lá… falam alemão.

  7. Não sou de Cantanhede mas é dos meus pontos eleitos na época de Julho. Dou os Parabéns ao Presidente da Autarquia pelo seu dinamismo e toda a organização da Expofacic, que se tem vindo a desenvolver em qualidade de ano para ano. Só espero que continuem, com bons espectáculos.
    Outro Evento de Relevo e de qualidade em Cantanhede é o Festival de Jazz. Lá Estarei.
    Até breve
    Lurdes

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*