Alunos da Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco na Bélgica

Posted by

A troca de conhecimentos entre estudantes europeus, africanos e do Médio Oriente foi considerado crucial pela organização do intercâmbio e pelos participantes.

João Ivo Raposo e José Filipe Costa, alunos da Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco participaram no encontro internacional IEEE Region 8 Student Branch and GOLD Congress 2010, que se realizou na cidade belga de Leuven.

Membros do Núcleo Estudantil IEEE do IPCB, Ivo Raposo e Filipe Costa aproveitaram assim a oportunidade, tal como outros alunos do núcleo já o tinham feito em edições anteriores, para conhecer colegas europeus, africanos e do médio oriente e assim alargar a já vasta rede de contactos do dinâmico núcleo de alunos do IPCB.

De acordo com o actual presidente do Núcleo Estudantil IEEE, Ivo Raposo, aluno de Engenharia Electrotécnica, “ficaram novos amigos e contactos com colegas de países tão díspares como Bélgica, Estados Unidos, Iraque, Jordânia, Egipto, Alemanha, Noruega, África do Sul, Arábia Saudita ou Espanha, para apenas nomear alguns”. Da secção portuguesa participaram também núcleos estudantis de universidades de Aveiro, Lisboa, Porto e Minho.

O núcleo do IPCB já tinha estado presente nos encontros de 2004 em Passau, Alemanha, e de 2008 em Londres, Inglaterra.

Além destas participações – representando a região e a cidade de Castelo Branco em particular – o Núcleo IEEE do IPCB tem vindo a promover outras actividades de relevo para a comunidade estudantil, como a organização de cursos, visitas de estudo, palestras e workshops, apoio a jornadas.

O Núcleo destaca ainda a recente participação na organização do 1st IEEE Iberian Student Branch Congress, http://www.ieee-isbc.org/, organizado por diferentes núcleos estudantis ibéricos e que numa das próximas edições deverá realizar-se em Castelo Branco.

Para os responsáveis da EST/IPCB, “os alunos do Núcleo Estudantil IEEE contribuiram para divulgar o IPCB e a cidade e também pela forma como vencem barreiras a nível mundial numa estratégia claramente internacional e prestigiante para os seus membros”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*