Olga Roriz celebra a dança no Aveirense

Posted by

Foto DR

Nome grande da dança portuguesa, Olga Roriz apresenta esta noite, às 21H45, no Teatro Aveirense, o espectáculoNortada”. A dança celebrada no seu dia mundial com o melhor que a arte tem para oferecer ao público português.

Espectáculo inteiramente centrado nas memórias da bailarina e coreógrafa sobre a terra onde nasceu, “onde tudo lhe é familiar apesar de tanta ser a distância e maior ainda a ausência”, “Nortada” situa-se “num lugar invadido de nostalgia, de saudade, de intimidade”.

De acordo com uma nota da produção, o cenário, que aponta dois espaços distintos, um exterior e outro interior, está, ao longo de toda a peça, deliberadamente concentrado numa sala de jantar. Nesse local onde invariavelmente a família se junta. Tudo nasce e se desenvolve a partir de uma refeição para no fim voltar a ela “como um círculo sem fuga e aparentemente perfeito, apesar de todas as vicissitudes”.

Estreada a 18 de Junho de 2009 no Teatro Sá de Miranda, em Viana do Castelo, “Nortada” é uma co-produção Companhia Olga Roriz/Câmara Municipal de Viana do Castelo, que a artista dedica aos pais, Madalena e José.

A direcção, selecção musical e figurinos de “Nortada” são de Olga Roriz. O cenário é de Pedro Santiago Cal, o desenho de luz é de Cristina Piedade. Em palco, a dança acontece com Catarina Câmara, Rafaela Salvador, Adriana Queiroz, Bruno Alexandre e Pedro Santiago Cal, ao som de intérpretes, estilos e projectos tão distintos como Amália Rodrigues, Bau, Corelli, Croke, Charles Trénet, Dead Combo, Grupo Folclórico de Santa Marta de Portuzelo, Pink Martini ou Klezmer Music.

O preçário para “Nortada” é o seguinte: 12 euros – público em geral, 10 euros – estudantes, menores de 25 e maiores de 65 anos (aos bilhetes comprados através da venda online, não se aplicam descontos).

A Companhia Olga Roriz foi fundada em 1995 com o apoio financeiro do Ministério da Cultura/Instituto das Artes. Dirigida pela coreógrafa que lhe dá o nome, a companhia tem sido ao longo dos anos uma referência de qualidade profissional e artística no panorama nacional e internacional da dança contemporânea portuguesa.

Para a sua responsável, o que caracteriza e diferencia o projecto “está indissociavelmente relacionado com o facto de se tratar de uma companhia de autor e de esse autor, ao longo de mais de 30 anos, ter criado uma vasta obra com um perfil, um estilo, uma fonte energética e imaginativa diversificada e incomparável”.

A Companhia Olga Roriz veio, como fica provado em cada uma das suas obras, “consolidar a riqueza da sua linguagem coreográfica”, marcada por uma forte vertente teatral e um apurado sentido estético, plástico e visual. A não perder.

Comemorações pela região

Um pouco por todo o país e, naturalmente, também na região Centro, o Dia Mundial da Dança será assinalado com iniciativas e propostas diversas. Aqui ficam algumas: em Viseu, no Lugar Presente – espaço dinamizado pela Companhia Paulo Ribeiro – o programa comemorativo terá início, às 16H00, com a inauguração da exposição “Carta coreográfica”. Às 21H30, lugar à dance performance “Pensamentos”, obra inspirada por “pensamentos que interagem”, com Megumi Kawashima e Carolien van Dijk.

Ainda no Teatro Aveirense, em Aveiro, mas agora sábado, 1 de Maio, e domingo, 2 de Maio, sempre a partir das 14H00, irá decorrer o Festival Trad Folk Aveiro, uma iniciativa do Núcleo Trad Folk Aveiro.

Em Leiria, o Teatro José Lúcio da Silva propõe a todos uma peça irresistível produzida e apresentada pela CeDeCe – Companhia de Dança Contemporânea. Com início marcado para esta noite, a partir das 21H30 e com entrada livre, subirá ao palco um espectáculo de dança construído num encontro feliz com personagens das Fábulas de La Fontaine, destinado a todo o público a partir dos três anos. O serviços de babysitting estará disponível e é gratuito.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*