Novos estatutos da Académica aprovados

Posted by

A falta de quórum não foi um problema na quarta Assembleia-geral agendada para analisar e votar a proposta de alteração dos estatutos da Académica/OAF. Depois de aprovados 40 artigos nas duas primeiras reuniões, a terceira acabou por não se realizar, por presença escassa de associados. Desta vez, foram 84 os sócios (entre eles, vários membros da claque Mancha Negra) que não faltaram à chamada e finalizaram a votação dos restantes (30) artigos.

A discussão foi alguma, maior em alguns pontos do que em outros, engrandecida, em muito, pela proposta de alteração de vários pontos, distribuída na sala pelo sócio n.º 337, José Belo. Mas foram outros os que participaram de forma activa no debate e apresentaram emendas e/ou aditamentos aos pontos em causa. Um dos mais demorados passou pela discussão do número necessário de sócios efectivos para deliberar a suspensão ou demissão dos órgãos sociais e ficou-se pelos cinco por cento da totalidade de associados.

À luz da votação, ficou ainda decidida a inelegibilidade para os corpos sociais de agentes registados na FIFA e dirigentes que trabalhem ao serviço de outros clubes (ponto aprovado sem votos contra e com sete abstenções); e ainda a remuneração dos membros da direcção, em vencimentos que não excedam o de chefe de função pública, desde que em regime de exclusividade e que diminuam, em caso de descida de escalão da equipa de futebol profissional.

Ficou ainda instaurado que passará a existir a figura de provedor do sócio que permita uma maior fluidez na relação entre os associados e os órgãos sociais. Este provedor será nomeado pela direcção e votado em AG, com dois terços dos votos emitidos pelos sócios efectivos presentes.

Falou-se ainda da possibilidade de criar secções amadoras no seio do OAF, proposta criticada por Miguel Portugal, presidente da DG-AAC. Sugeriu-se que a proposta avançasse, desde que somente sob a égide da Federação Portuguesa de Futebol.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*