Choque frontal provoca dois mortos na EN17

Posted by

O acidente provocou dois mortos, dois feridos graves e um ligeiro

Viveram-se momentos de tragédia em Miranda do Corvo, duas horas antes de acabar a “Operação Páscoa” da Guarda Nacional Republicana (GNR). Duas vítimas mortais, dois feridos graves e um ligeiro traduzem-se no resultado de uma colisão frontal, envolvendo dois automóveis, ao final da noite de domingo, na Estrada Nacional 17, também conhecida por Estrada da Beira. O acidente ocorreu pouco depois das 22H00, entre os restaurantes “Varandas do Ceira” e “Mimosa da Beira”, em Semide, concelho de Miranda do Corvo.

Segundo o comandante do Destacamento de Trânsito da GNR de Coimbra, Pedro Rosa, depois de recolhidos depoimentos de testemunhas no local, a colisão terá tido origem numa manobra de ultrapassagem, numa recta com traço contínuo. “A viatura, em que seguiam as vítimas mortais, embateu frontalmente no veículo que seguia em sentido contrário”, efectuando o trajecto Coimbra-Lousã, disse Pedro Rosa, salientando que ainda que só a investigação poderá esclarecer o que realmente aconteceu. Na sequência do embate, o automóvel, de marca Renault Clio, caiu numa ribanceira, tendo ficado “preso por árvores”, referiu o comandante dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo, Fernando Jorge.
No interior da viatura encontravam-se duas mulheres, que o DIÁRIO AS BEIRAS apurou serem mãe e filha. Uma delas, de 83 anos, faleceu no local. A outra vítima, de 49 anos, condutora, ainda foi transportada com vida para os Hospitais da Universidade de Coimbra, mas devido à gravidade dos ferimentos acabou por falecer, referiu Fernando Jorge. No interior do automóvel viajava ainda um cão, que também morreu.No outro veículo, um Volkswagem Golf, que ficou imobilizado na estrada, seguiam três pessoas, um homem e duas mulheres, que tudo indica serem também familiares. “Dois dos ocupantes ficaram feridos com gravidade e um com ferimentos leves”, acrescentou o comandante da GNR, Pedro Rosa, referindo que os intervenientes no acidente residem na zona da Lousã.

 

A circulação rodoviária ficou interdita nos dois sentidos, entre os cruzamentos de Segade e Foz de Arouce tendo sido retomada a normalidade pelas 02H30 de ontem, referiu o comandante dos bombeiros Fernando Jorge, acrescentando que prestaram socorro 30 homens, das corporações de Miranda, Lousã e Poiares.
 
 
 
 
 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.